Loading...

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

A aplicação dos 3Rs

A aplicação prática mais corriqueira do procedimento 3R diz respeito ao papel que usamos na impressão diária de documentos, tanto em casa quanto no trabalho.
Reduza o papel utilizado. Antes de apertar o "Imprimir", revise o texto. Tenha a certeza de não ter deixado passar erros de português, de endereçamento ou de formatação que tornarão inútil o documento. Eu sei, revisar no computador é cansativo, mas é perfeitamente possível quando se trata de um texto de poucas páginas.
Reflita: você precisa mesmo imprimir este material? Se é uma página da internet, não pode simplesmente salvá-la no computador, diretamente ou pela conversão em um arquivo .pdf? A impressão de todo o texto é necessária, ou basta um pequeno trecho, que pode ser selecionado com o mouse e impresso por meio do menu "Arquivo/Imprimir…/Seleção"? Esse mesmo trecho não pode ser salvo num arquivo de texto (o bom e velho "copiar/colar"), ao invés de se transformar em mais uma folha que ficará perdida no meio do seu escritório?
Leve em conta, também, que a tinta da impressora está pela hora da morte, o que já justifica um cuidado maior antes de desperdiçá-la, nem que seja em prol das suas próprias finanças.
Reutilize o verso. Se a impressora e o tipo de papel permitirem a impressão no verso, faça-a. Se a formalidade do texto ou a política da empresa não autorizam o frente-e-verso, utilize-o ao menos quando se tratar de uma minuta que ainda será revisada pelo chefe antes de atingir a versão final. Se nem isso for possível, reaproveite a face limpinha das folhas que iriam para o lixo para montar blocos de rascunho, ou leve-as para casa e faça a alegria dos seus filhos, sobrinhos ou afilhados – que criança não gosta de rabiscar?
O papel impresso nas duas faces ainda pode servir para relaxar com a prática do origami, ou para forrar a gaiola do passarinho quando o jornal acaba. Use sua criatividade!
Recicle o que sobrar. Claro que não dá para eliminar todo o papel e aqui é que entra a reciclagem. A folha que iria para o lixo vira dinheiro nas mãos de cooperativas e ajuda a sustentar famílias. Existe uma associação de catadores de papel na sua cidade? Sua empresa coleta o lixo de papel e faz o encaminhamento até essas organizações? Esta é uma ótima forma de colaborar com o meio ambiente e, de quebra, criar uma boa publicidade para a empresa, apresentando-a como socialmente responsável, gastando pouco ou nada. Aqui entram, também, os recipientes coletores em supermercados e shoppings, voltados para o público doméstico.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns!Marcelo,
    Adorei sua iniciativa em abordar o tema “sustentabilidade”. Temos que repensar sempre nossas ações para que juntos possamos promover o uso sustentável dos recursos naturais suprindo nossas necessidades sem afetar as gerações futuras.
    Hoje trabalho em sala de aula os 5 Rs da educação ambiental; -Repensar os hábitos de consumo e descarte; - Recusar produtos que prejudicam o meio ambiente e a saúde; - Reduzir o consumo desnecessário; - Reutilizar e recuperar ao máximo antes de descartar e Reciclar materiais tudo isso são práticas que temos que aplicar em nosso cotidiano, com o objetivo de reduzir os impactos gerados por nós em nosso planeta, para isso devemos trabalhar a cultura, os conceitos ecologicamente corretos, viáveis e socialmente justos.
    Sucesso!
    Profa. Séphora Sampaio.
    http://www.biosephora.blogspot.com/
    biosephora@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Isso mesmo, eu e minha turma na Oficina de Reciclagem no CRAS da minha cidade fazemos Papel Artesanal e depois belos artesanatos reciclando papel.O velho transforma se em novo de novo, aumentando a vida útil desse material."Tamu junto".

    ResponderExcluir